Ex-companheiro da vítima foi preso na última semana após denúncia de agressão e ameaça, mas foi liberado pela Justiça no dia seguinte. Vítima foi internada no Hospital de Urgência de Teresina.

Hospital de Urgência de Teresina (HUT). — Foto: José Marcelo/ G1 PI
Hospital de Urgência de Teresina (HUT). — Foto: José Marcelo/ G1 PI

Uma mulher identificada como Vera Lucia Pereira de Sousa, de 38 anos, foi esfaqueada no pescoço e no abdômen durante a noite de segunda-feira (26) na zona rural de Castelo do Piauí, a 190 km de Teresina. O ex-companheiro de Vera Lúcia, identificado como Antônio Reginaldo de Sousa, é suspeito de ter cometido o crime. A vítima foi internada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

De acordo com a Polícia Militar de Campo Maior, Vera Lúcia havia denunciado o ex-companheiro à Polícia Civil na última quinta-feira (22), por ameaças e violência doméstica. Durante o depoimento, suspeito esperava por ela na porta da delegacia, e foi preso em seguida.

Antônio Reginaldo passou um dia preso e foi liberado no dia seguinte, sexta-feira (23), durante a audiência de custódia, e deveria manter distância de no mínimo 250 metros da vítima.

Entretanto, o suspeito desobedeceu a medida protetiva durante a noite de segunda-feira (26), por volta das 18h30. O suspeito teria encontrado a Vera Lúcia na localidade Pedreira, na zona rural de Castelo do Piauí. Vera Lúcia sofreu dois golpes de faca no abdômen e um no pescoço.

Depois do crime, o suspeito fugiu do local, e é procurado deste então pela Polícia Militar. Segundo o major Etevaldo Alves, comandante da PM de Campo Maior, o acesso à região é difícil, mas as equipes continuam as buscas.

Vera Lúcia foi socorrida e encaminhada para o Hospital de Urgência de Teresina. Segundo o HUT, a vítima chegou ao hospital às 22h52. Ela passou por cirurgia no abdômen e pescoço, e está em observação na sala de recuperação pós-anestésica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui